EM DEFESA DOS BRASILEIROS

HOTÉIS QUEREM CONTRATAR ESTRANGEIROS PARA COPA Por oestrangeiro.org em 07/03/2013

Rede hoteleira quer mão de obra ibérica já para Copa das Confederações. Desemprego na Espanha e Portugal, e falta de capacitação no País viram alternativa, mas negociações com governo federal estão lentas.

Empresas & Negócios: “Hotéis querem alterar leis trabalhistas para a Copa”

Publicado em 15/03/2013 no Empresas & Negócios. Por José Alberto Couto Maciel.

José Alberto Couto Maciel – É membro da Academia Nacional de Direito do Trabalho, professor de Direito Processual e Individual do Trabalho e sócio da Advocacia Maciel .

O setor hoteleiro está negociando com o Governo Federal a flexibilização da legislação trabalhista objetivando facilitar as contratações neste ano para a Copa das Confederações e para a Copa do Mundo de 2014.

Deverão ser criados 50 mil postos em hotéis e o setor alega que não há como preencher essas vagas atualmente, sendo necessária mão de obra estrangeira temporária. Assim como há a possibilidade de contratação de terceirizados para atividades-fim e não só nas atividades-meio, como possibilita a Justiça do Trabalho

 

Eis as notícias que estão na internet para quem quiser ver.  A pergunta que se faz é a seguinte: o Brasil pode acolher trabalhadores europeus antes de proporcionar emprego aos brasileiros?

Parece que não:

 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO, 26 Fev (Reuters) – O desemprego aumentou em janeiro, em função de fatores sazonais e pressionado pelo desempenho de São Paulo, mas ainda assim o resultado foi o melhor para um mês de janeiro, mostrando a força do mercado de trabalho.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego subiu para 5,4 por cento, após atingir o menor nível histórico em dezembro, a 4,6 por cento.

A atual diretoria do SINTHORESP está disposta a lutar pelos interesses dos trabalhadores brasileiros. Entretanto, parece haver traidores de nossa classe dispostos a colaborar com esses grupos patronais hoteleiros que estão alegando falta de qualificação de nossos colegas para com isso justificar a contratação de estrangeiros para o nosso setor. Esses traidores estão sendo procurados e logo saberemos quem são para os desmascararmos. Somos hospitaleiros, mas não devemos permitir que nos tratem como imbecis. Não somos xenófobos, mas entendemos que não somos inferiores a ninguém e por isso defendemos que antes se cuide dos brasileiros!

 Francisco Calasans Lacerda – Presidente do SINTHORESP.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s