SINTHORESP:  QUAL É O SEGREDO?

Não há propriamente um segredo. Há um critério, que consiste em reconhecer o óbvio, no que concerne à relação humana, para a formação de um grupo cada vez mais comprometido com o ideal que objetiva o seu próprio fortalecimento. Dentro desse critério forjado na simplicidade e na ausência de vaidades pessoais, o nosso grupo cresceu e continua se fortalecendo, à medida que se torna visível e capaz de atrair as melhores cabeças no âmbito da categoria profissional. As melhores inteligências são aquelas que abrigam a convicção de que ninguém é capaz de realizar grandes coisas, sozinho. São pessoas agregáveis, capazes de dar o máximo de si, e continuar achando que poderá aumentar a sua contribuição para o alcance de metas progressivas.

É certo que o progresso do SINTHORESP tem origem em 1972, na Junta Governativa composta por Francisco Calasans Lacerda, Presidente; Gilberto José da Silva, Secretário; e Mário de Souza, Tesoureiro.  A exemplar harmonia que logo se manifestou entre esses três companheiros, estimulou a aproximação de outros valorosos colegas dispostos a participar da evolução que já se vislumbrava. Foi assim que apareceram: João Lima, João Geberto, Edimundo, Freitas, Leonora, José Dito Sena, Américo, Josuel,  Gregório, Onofre, mais tarde: Branco, Octacilio, Ezequiel Castilhos, Jandaia, Nascimento, Luiz Antonio, Landualdo, Adalberto, Valdir, Rubens, Francisco Erivaldo, e, mais recentemente, todo esse grupo seleto que ai está e que todos sabemos quem são, mesmo olvidando temporariamente, nesta menção, os seus nomes.

Evidentemente, um grupo de pessoas que emite energia positiva, vibrando de forma contagiante, no seio da categoria profissional, propicia o indispensável apoio para a criação do ambiente adequado para atrair as pessoas que hoje compõem o nosso fabuloso quadro de funcionários.

Esse conjunto geral, diretores e funcionários, altamente qualificados, constitui a equipe  que eu considero como a melhor no meio sindical brasileiro.

Nossos companheiros da categoria profissional sabem que se precisa de bastante tempo para uma composição de primeira linha como esta.

 Digo, sem medo de errar: NÃO HÁ GRUPO MELHOR DO QUE NÓS. Logo, não há do que temer!

Parabéns, companheiros!

Outubro de 2013.

Francisco Calasans Lacerda – Presidente.         

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s